Grupo Mosaico Paulista resgata história dos muros do Colégio Notre Dame | Colégio Notre Dame

Grupo Mosaico Paulista resgata história dos muros do Colégio Notre Dame

ACAMPAZUL 2019
12 de junho de 2019
Atividades para as Famílias – Cronograma
30 de julho de 2019

Grupo Mosaico Paulista resgata história dos muros do Colégio Notre Dame

O Mosaico Paulista é um grupo formado por mosacistas do Estado de São Paulo com o objetivo de trazer para as ruas de São Paulo a arte do mosaico, embelezando e revitalizando a cidade, além de divulgar a arte do mosaico gerando maior diálogo entre os artistas do mundo todo.  Encantados com os mosaicos instalados nos muros externos do Colégio Notre Dame, o grupo fez um trabalho de resgate histórico e publicou uma matéria em que conta um pouco do projeto que marcou os 60 anos do Colégio, em 2002.
Acompanhe a matéria publicada na página do @mosaicopaulista .

“A vida” que os mosaicos deram aos muros do Colégio Notre Dame

Motivo de orgulho dos alunos que fizeram as artes, foi resultado de um projeto que teve como objetivo revigorar os muros externos do colégio, localizado na rua Alegrete em São Paulo, em razão dos seus 60 anos comemorados em 2002.

As informações foram fornecidas pela Irmã Francisca Barbosa de Souza, Coordenadora de Patrimônio e Manutenção Predial, que estava na época. O projeto teve como tema central “A vida”; valorização do ser humano, solidariedade e respeito à natureza, fazendo homenagem ao trabalho das irmãs pela dedicação à comunidade por mais de 60 anos .

A equipe de Comunicação do MOSAICO PAULISTA teve acesso ao projeto original. As peças foram confeccionados nas aulas de Artes por todas as turmas de alunos que usaram pastilhas de vidro e algumas com pedaços de cerâmica. Os estudantes da educação infantil fizeram pintura sobre azulejos. Os funcionários do colégio também participaram do projeto.

Descobrimos uma aluna que participou da produção de uma das peças. Na época com 13 anos, Gabriela Mayer, na sétima séria, junto com algumas amigas, fizeram uma borboleta de mosaico.

Hoje atuando como jornalista da rádio BandNews a ex-aluna do Notre Dame falou sobre a instalação.

“Era um trabalho que demandava muita paciência, não só para seguir os quadradinhos sem errar o desenho ou as cores, mas também para dar a chance de todas trabalharem, respeitando o ritmo e as dificuldades de cada uma”, disse Gabriela.

“Lembro do dia em que o muro foi inaugurado, porque ficamos orgulhosos de ver nossos trabalhos ali. Havia uma época em que sabíamos a autoria de todos os mosaicos que estavam expostos”, finalizou.

O crédito da foto do mosaico da borboleta é de Geise Lima e as outras, de Ana Paula Roge, membro do MOSAICO PAULISTA, que “descobriu” os mosaicos nos muros passeando por São Paulo.

//]]>